Nota do Presidente do IREE sobre assassinato em Foz do Iguaçu – IREE

Colunistas

Nota do Presidente do IREE sobre assassinato em Foz do Iguaçu

Walfrido Warde

Walfrido Warde
Presidente do IREE



O guarda municipal Marcelo Arruda, ex-candidato a vice-prefeito na chapa do PT de 2020, em Foz do Iguaçu, foi assassinado na madrugada deste domingo, 10 de juho, durante a comemoração do seu aniversário, por um simpatizante de Bolsonaro, o agente penitenciário Jorge José da Rocha Guaranho.

Um pai de família foi barbaramente assassinado. O assassino foi evidentemente incitado ao fanatismo que motivou sua ação. O fanatismo é a certeza sobre crenças, que não podem ser comprovadas. O fanatismo político leva à destruição de vidas, de famílias e do tecido social.

Só há poucos beneficiários, aqueles que conquistam ou conservam para si um poder que deveria ser do povo, por meio da confusão que o fanatismo causa. O fanatismo político é, portanto, a mais destrutiva forma de servidão voluntária. Busquemos consenso, pelo diálogo e pela paz.

 



Os artigos de autoria dos colunistas não representam necessariamente a opinião do IREE.

Walfrido Warde

É advogado, escritor e presidente do Instituto para a Reforma das Relações entre Estado e Empresa (IREE).

Leia também