IREE Webinar: Políticas de preservação do patrimônio cultural no Brasil – IREE

Agenda

IREE Webinar: Políticas de preservação do patrimônio cultural no Brasil

Na terça-feira, 17 de agosto, às 19h, data em que se celebra o Dia Nacional do Patrimônio Histórico, o IREE Cultura reúne especialistas para debater ao vivo as “Políticas de preservação do patrimônio cultural no Brasil”.

Participam do evento online Ana de Hollanda, ex- Ministra da Cultura e colunista do IREE, Claudinelli Moreira Ramos, especialista em Gestão e Políticas Culturais pela Universidade de Girona, e Desiree Ramos Tozi, pesquisadora Associada do Center of Folklife and Cultural Heritage (Smithsonian Institution, Washington/DC/USA).

O webinar terá a mediação de João Camarero, Coordenador do IREE Cultura, e Yuri Silva, Coordenador Direitos Humanos do IREE.

Contexto

Nos últimos anos, importantes equipamentos culturais do Brasil foram tomados por incêndios de grandes proporções que resultaram em perdas irreversíveis de grande parte de um acervo que contava a história do país.

Em 2015, o Museu da Língua Portuguesa, em 2018, a sede do Museu Nacional na Quinta da Boa Vista, e neste ano, os galpões da Cinemateca Brasileira, todos vítimas do descaso com a preservação do patrimônio cultural do país. Para além dessas tragédias, o quanto a falta de políticas públicas nos fez perder referências culturais brasileiras ao longo do tempo?

Acompanhe esse debate ao vivo acessando aqui o canal IREETV no Youtube! O evento é gratuito e aberto ao público.

Caso prefira receber o link da transmissão instantes antes do início do evento, preencha o formulário no final da página.

Conheça os participantes

Ana de Hollanda é ex- Ministra da Cultura e colunista do IREE. É cantora e compositora. Além do trabalho na música, com cinco discos gravados, Ana estudou artes cênicas, foi atriz, dramaturga e produtora cultural. Foi Coordenadora de Música do Centro Cultural São Paulo, Secretária de Cultura do Município de Osasco, Diretora do Centro de Música da Funarte e vice-Presidente do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro.

Claudinelli Moreira Ramos é especialista em Gestão e Políticas Culturais pela Universidade de Girona. É historiadora, mestre em Filosofia da Educação e doutoranda em Cultura e Informação pela USP. É professora da pós-graduação em Museologia, Cultura e Educação da PUC-SP e do MBA em Gestão de Museus da Universidade Cândido Mendes (SP e RJ). Foi diretora técnica da Fundação Patrimônio Histórico da Energia e Saneamento, onde atuou de 1998 a 2007. Na Secretaria da Cultura do Estado de SP, coordenou as Unidades de Preservação do Patrimônio Museológico (2008-2013) e de Monitoramento e Avaliação (2013-2018). Desde 2019, atua como consultora para instituições como a Unesco, a FGV, o Itaú Cultural e o Instituto de Preservação e Difusão da História do Café e da Imigração. É uma das mais experientes especialistas do país em modelos de gestão e política de cultura, tendo recentemente realizado a coordenação editorial da revista do Observatório Itaú Cultural n° 29, Plano Nacional de Cultura: Análise e Perspectivas, para a qual entrevistou representantes dos três poderes e elaborou o primeiro balanço completo dos 10 anos do PNC.

Desiree Ramos Tozi é pesquisadora Associada do Center of Folklife and Cultural Heritage (Smithsonian Institution, Washington/DC/USA). Graduada em História (2003) pela Universidade de São Paulo/ USP, com Mestrado em História Social (2007) pela mesma universidade e especialização latu sensu em Curadoria e Educação em Museus de Arte pelo Museu de Arte Contemporânea/ USP (2009). É especialista em Gestão de Políticas Públicas pela Escola Nacional de Administração Pública / ENAP (2016) e doutoranda em Estudos Étnicos e Africanos pela Universidade Federal da Bahia/ UFBA, com estágio doutoral na City University of New York/CUNY, USA. Pesquisadora Associada do Laboratório MILONGA / EAUFBA. Atua na área de políticas de patrimônio cultural há mais de 15 anos.

João Camarero é coordenador do IREE Cultura, editor na Contracorrente, violonista, compositor e arranjador. Com destacada atuação como solista, se apresentou em importantes salas de concerto pelo mundo, além de trabalhar ao lado de grandes artistas. Desenvolve trabalho de pesquisa e ensino na área da música brasileira. Nascido em 1990 em Ribeirão Preto, São Paulo, João Camarero foi criado na cidade de Avaré, no mesmo estado, onde iniciou seus estudos na música aos oito anos e no violão, de forma sistemática (pois sempre tocou de forma autodidata) aos quinze. Estudou no Conservatório de Tatuí e na Escola Portátil de Música do Rio de Janeiro, onde hoje atua como professor e monitor.

Yuri Silva é Coordenador de Direitos Humanos do IREE e coordenador nacional do Coletivo de Entidades Negras (CEN). Graduado em Jornalismo e pós graduado em Gestão de Mídias Sociais Digitais pelo Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge). É ativista antirracista, LGBTQIA+ e das pautas dos Direitos Humanos. Coordenou e atuou na equipe técnica de projetos de organizações da sociedade civil, do Governo da Bahia e do Governo Federal para promoção dos direitos da população negra, de empreendedores negros e de comunidades tradicionais de terreiros de candomblé e quilombos.

Programação

17 de agosto, 19h

IREE Webinar: Políticas de preservação do patrimônio cultural no Brasil

Participantes:  Ana de Hollanda, ex- Ministra da Cultura e colunista do IREE, Claudinelli Moreira Ramos, especialista em Gestão e Políticas Culturais pela Universidade de Girona, Desiree Ramos Tozi, pesquisadora Associada do Center of Folklife and Cultural Heritage (Smithsonian Institution, Washington/DC/USA), João Camarero, Coordenador do IREE Cultura, e Yuri Silva, Coordenador Direitos Humanos do IREE.

1. Por gentileza, insira seu email.*



Leia também