Cerimônia celebra entrega do 4º Prêmio IREE de Jornalismo – IREE

Cobertura

Cerimônia celebra entrega do 4º Prêmio IREE de Jornalismo

No dia 13 de dezembro de 2023, foi realizada a cerimônia de entrega da quarta edição do Prêmio IREE de Jornalismo em São Paulo. O evento reuniu cerca de 100 pessoas no restaurante Manioca, entre eles jurados e ganhadores do prêmio.

A abertura do evento foi realizada pelo Secretário do Prêmio IREE de Jornalismo, Felipe Patury. “O Prêmio IREE de Jornalismo foi criado em 2020, no ano da pandemia, com a intenção de manifestar apoio a quem estava no front da notícia num momento em que ele tinha se tornado exatamente isso: um front, uma frente de batalha. Quatro anos depois, os desafios da liberdade de expressão e de informação são outros, mas as batalhas continuam. Ora o combate é nas ruas, ora nos tribunais”, disse.

Quem conduziu a cerimônia foi o jornalista Iuri Pitta, que ressaltou a essência do jornalismo como um pilar democráticoe destacou o papel crucial desempenhado pelos profissionais da área. “Também não é novidade que a imprensa livre resista e siga fazendo seu trabalho. Podemos dizer com segurança que, como muitas das instituições democráticas, o jornalismo profissional mostrou maturidade e resiliência. Está mais forte e, por isso, estamos aqui hoje.”

Menções honrosas

A premiação começou pelas menções honrosas. A jurada Luciana Garbin entregou o diploma de menção honrosa à diretora da CNN Brasil Fernanda Tomasoni, que representava Leandro Magalhães, autor da reportagem “Exclusivo: vídeos da invasão do Palácio do Planalto, em 8 de janeiro”.

O jurado Bernardo Mello Franco entregou o diploma de menção honrosa a Anita Prado e à equipe da GloboNews pela série “Folha Secreta”, que se debruça sobre os benefícios distribuídos a funcionários da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

O terceiro diploma foi entregue pela jurada Rachel Gamarski a Ana Flávia Pilar, de O Globo, pelo conjunto de reportagens intitulado “Dormia com chave de fenda para me proteger”, que relata casos de assédio sexual na Petrobras.

Prêmio para as áreas de economia e política

O vice-Presidente do IREE Valdir Simão foi responsável pela entrega do “Prêmio IREE de Jornalismo – Economia e Negócios” a Amanda Rossi, pela reportagem “O que a farmácia sabe sobre mim?”.

“A reportagem que Amanda Rossi publicou no UOL chama atenção, antes de mais nada, porque é um corajoso relato pessoal. Amanda surpreendeu ao usar essa forma para contar uma história de economia”, disse Simão.


A Diretora de Comunicação do IREE Samantha Maia entregou o “Prêmio IREE de Jornalismo – Política” para a equipe da Folha de S.Paulo, formada por Artur Rodrigues, Cristiano Martins, Flávio Ferreira, João Pedro Pitombo, Augusto Conconi, Eduardo Knapp, Henrique Santana, Luciano Veronezi, Mathilde Missioneiro, Renata Moura e Pedro Labigalini, pela série de reportagens sobre o uso político da Companhia de Desenvolvimento do Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

“Revelaram os desvios, usos políticos e injustiças na distribuição de recursos públicos para a região. Mostraram os recursos oficiais são usados como ferramentas eleitorais e como um município pode ser beneficiado enquanto seu vizinho fica à míngua”, disse Maia.

O editor da Folha Eduardo Scolese recebeu um diploma destinado ao jornal.

Prêmio IREE de Jornalismo

O Diretor Cultural do IREE, Rafael Valim, entregou o prêmio principal, o “Prêmio IREE de Jornalismo”, a Adriana Fernandes e André Borges, pela série de reportagens publicadas no Estado de S. Paulo sobre as tentativas do ex-presidente Jair Bolsonaro de recuperar um conjunto de joias presenteadas pela Arábia Saudita.

“É a essa dupla que devemos a descoberta das tentativas do ex-presidente Jair Bolsonaro de reaver joias que lhe foram presenteadas pela Arábia Saudita e apreendidas pela Receita Federal em Guarulhos”, disse Valim.

O editor-chefe do Estadão, David Friedlander, recebeu o diploma da quarta edição do Prêmio IREE de Jornalismo destinado ao veículo.

Conjunto da obra e homenagem especial

A homenagem especial do Prêmio IREE de Jornalismo foi entregue à jornalista Renata Lo Prete pelo Presidente do IREE, Walfrido Warde.

“É uma carreira longa e multifacetada, mas que, talvez, possa ser resumida em uma palavra. Ou melhor, uma ideia. E nenhuma ideia espelha com mais fidedignidade o jornalismo de Renata Lo Prete e o que ela representa para a profissão do que esta: seriedade”, disse Warde.

Evandro

O Prêmio também celebrou um gigante do Panteão do fotojornalismo: Evandro Teixeira, que esteve presente e recebeu o diploma pelo conjunto da obra pelas mãos de Felipe Patury. “A única reação possível frente à carreira e à obra de Evandro Teixeira é a de assombro. Tudo nela parece titânico. Qualquer vaidade some diante dos feitos de Evandro Teixeira”, disse Patury.



Leia também