Autoridades debatem segurança, defesa da soberania, polícia civil e MP – IREE

Cobertura

Autoridades debatem segurança, defesa da soberania, polícia civil e MP

A corresponsabilidade na atuação na faixa de fronteira, a segurança pública como dever do Estado e responsabilidade de todos, a atuação complementar do Ministério Público e das polícias, e a complexidade das soluções para a segurança pública foram alguns dos temas debatidos por autoridades no Seminário Internacional sobre Segurança Pública, Direitos Humanos e Democracia, realizado no IDP em Brasília.

Confira os destaques!

“A resposta efetiva existe e acho que o caminho é esse, da gente atuar, implementar e melhorar essa corresponsabilidade que a gente tem na atuação na faixa de fronteira.” – General Tomás Ribeiro Paiva | Segurança das fronteiras e defesa da soberania: A ameaça das organizações criminosas

“A segurança pública é dever do Estado, mas é responsabilidade de todos. Eu acho que a gente não pode mais aceitar a condição, nós, policiais civis, policiais federais, policiais militares, de, a nós, serem atribuídas as responsabilidades por números que às vezes são avassaladores, são números que assustam a nossa sociedade, números que muitas vezes estimulam a criminalidade.” – Sandro Avelar | O papel da Polícia Civil: visões descritiva e propositiva

“Nós vamos continuar investigando, porque na minha visão e do próprio Supremo Tribunal Federal, o Ministério Público pode e deve investigar, mas ele não deve tentar sobrepor o papel das polícias, seja ela polícia federal ou as polícias judiciárias estaduais. A gente tem que agir como força complementar.” – Lincoln Gakiya | O papel do MP no combate ao crime organizado

“Segurança Pública, a solução ela é complexa, e o que a gente vê hoje em dia, são pessoas apresentando soluções simples pra um problema tão complexo que passa desde investimento pessoal, tecnologia, legislação, sistema penitenciário.” – Victor Santos | Soluções para o Rio de Janeiro



Leia também