Quem somos

Apresentação

As relações entre Estado e Empresa no Brasil só vão mudar no dia em que o povo brasileiro se engajar na política – Walfrido Jorge Warde Júnior, presidente do IREE

Reformar é preciso

O relacionamento entre Estado e empresas no Brasil não tem sido saudável.

A economia nacional ainda está em grande parte ancorada no patrimonialismo e nos privilégios, vícios que atrasam o desenvolvimento do país e travam a redução das desigualdades desde o início da República.

Há setores da economia em que um pequeno grupo de empresas detém enorme poder de mercado. Em situações como essas, políticas públicas necessárias podem sucumbir a iniciativas de preponderante interesse empresarial.

Os sucessivos escândalos de corrupção espelham um capitalismo que explora a sociedade por meio do Estado e que suborna agentes públicos para facilitar seu caminho.

É alentador que o combate a esses crimes esteja agora em evidência graças à competência e à obstinação de funcionários da Justiça, do Ministério Público e dos órgãos de detecção e combate à corrupção.

Na construção de um país moderno e justo, punir, investigar e coibir os delitos contra o erário são pré-requisitos necessários. Mas não suficientes.

Estudar, debater, reformar

O Instituto para Reforma das Relações entre Estado e Empresa (IREE) nasce da convicção de que a interação entre o poder público e a iniciativa privada precisa ser modernizada.

Essa tarefa cabe hoje, em grande medida, às instituições públicas. Elas precisam de ajuda. A sociedade civil tem de colaborar com os poderes do Estado, com as empresas e com os órgãos fiscalizadores.

IREE – iniciativas e valores

É para isso que o IREE está sendo constituído. Surge como um centro de referência dedicado a propor o aperfeiçoamento de leis e normas para melhorar as relações entre o Estado e as empresas.

O IREE está assentado sobre a convicção de que é essencial o combate à corrupção, ao patrimonialismo e aos privilégios. Essa atividade saneadora é condição para o bom funcionamento dos mercados, o florescimento do empreendedorismo e para geração e distribuição de riquezas.

Um combate instruído por princípios éticos, submetido aos mesmos controles que se impõem ao Estado e atento aos impactos adversos sobre as empresas e os empregos. E capaz de ser pedagógico e punitivo, mas também de prover soluções que destravem os mercados e a economia.

Só com a reforma das relações entre Estado e empresas o Brasil poderá superar a sucessão de ciclos econômicos que intercalam, de um lado, avanços, e, de outro, crises e escândalos.

O IREE quer zelar pela iniciativa privada e pelo trabalho, pelas riquezas e pelas pessoas do Brasil. Afinal, sem empresa, não há emprego; sem emprego, não há renda; e sem renda, não há progresso e dignidade.

O IREE surge com a ambição de ser um celeiro de estudos e propostas para criar um novo ambiente entre os negócios e o Estado. Será desde já um promotor de debates e um detector de convergências.

O IREE pretende ser uma vitrine de ideias e um fiscal da cidadania. Para tanto, se constitui como uma organização independente, pluralista, apartidária, autossustentável e sem fins lucrativos.

Participe do IREE

O IREE precisa de gente que quer somar talento e esforço para transformar o país. Contamos com você.





Equipe



Walfrido Jorge Warde Júnior

Advogado, mestre em direito pela Universidade de Nova York e doutor
em direito comercial pela USP.
Presidente do IREE

Carlos Aros

Jornalista especializado em produção
de conteúdo multiplataforma
e na cobertura de tecnologia, por duas vezes finalista do prêmio Comunique-se nesta categoria. IREETV

Sérgio Lüdtke

Jornalista, com master em gestão
de empresas de comunicação pelo ISE 
e MBA em Marketing Digital pela FGV. Conteúdo

Felipe Patury

Jornalista com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou como colunista em Veja, Época e Folha de S. Paulo. Responde pela Comunicação institucional do IREE

Jonathas Soler

Advogado, mestrando em Direito Econômico (USP) e coordenador de conteúdo da Escola de Governo

Paloma Marques

Graduada em Secretariado Executivo
na Uninter/Facinter. Trabalha atualmente como secretária executiva na área jurídica. Secretária executiva

Lelo Nahas

Arquiteto, publicitário, diretor de criação
e marketing, com atuação nas maiores agências de comunicação
do país e prêmios nacionais
e internacionais. Brand management

Anderson Kumagai

Tecnologia e aplicações digitais