“É preciso um guichê único para se discutir leniência”

04/09/2017 por ireebrasil


O presidente do IREE, Walfrido Jorge Warde Júnior, participou de debate na comissão mista do Congresso que analisa a Medida Provisória 784/1017, a chamada “MP da leniência”.

Neste vídeo, retirado da audiência pública, Walfrido defende a criação de um guichê único para que todos os agentes envolvidos possam discutir os acordos de leniência. Ele afirmou que nem o BC nem a CVM poderão, sozinhos, conduzir a negociação dos acordos de leniência, pois isso não dará a segurança necessária aos colaboradores já que há uma disputa entre múltiplos órgãos estatais pelo papel de titular no fechamento dos acordos de leniência. E citou como exemplo uma decisão recente do Tribunal Regional Federal da 4ª região que, em análise sobre competência, decidiu contrariamente ao acordo fechado pelo MP com a Odebrecht.

Para o presidente do IREE, a MP em análise não contribuiu para acabar com esse tipo de “embaraço”. Uma solução é necessária para garantir a solvência das empresas que tenham se envolvido com corrupção, defendeu.

— Nós precisamos punir os culpados, mas também garantir empregos e a sobrevivência das empresas.


Tags: leniência,

Posts relacionados


“O brasileiro é, antes de tudo, um hipócrita”

O advogado e ex-governador de São Paulo, Claudio Lembo, é enfático sobre as reformas: “o brasileiro é, antes de tudo, um hipócrita” porque defende com entusiasmo reformas que não são prioritárias e ignora mexer em pontos fundamentais e cruciais para o país, como a reforma tributária [8’23”]

Saiba mais

Operação Lava Jato e os Acordos de Leniência

O jurista e professor de Direito Modesto Carvalhosa critica os Acordos de Leniência celebrados no âmbito da Operação Lava Jato.

Saiba mais